ISFH/UCPel analisa o tema obstinação terapêutica em live nesta quarta-feira (28)


918  25 de abril de 2021

O Instituto Superior de Formação Humanística da Universidade Católica de Pelotas (ISFH/UCPel) convida a comunidade acadêmica para participar da live “Obstinação terapêutica e a espera de um milagre”. A atividade ocorre nesta quarta-feira (28), às 19h, no canal LEPFil no Youtube, e contará com a participação da pesquisadora do Instituto para Pesquisa do Câncer de Guarapuava (PR), Daiane Simão.

Proposta pelo projeto de extensão da UCPel em Espiritualidade e Saúde, a live irá abordar a espiritualidade como uma dimensão importante da vida humana. “Muitos estudos têm apontado para benefícios como redução da ansiedade, do estresse e da depressão, bem como a melhoria da qualidade de vida de quem cultiva uma profunda espiritualidade”, completa o professor da UCPel e coordenador do curso de Filosofia, Paulo Gilberto Gubert.

Conforme o docente, a Organização Mundial da Saúde (OMS) entende que saúde é um estado dinâmico de bem estar físico, mental, social e espiritual, e não meramente a ausência de enfermidade. “O tema abordado pela live leva em consideração a ideia de que a espiritualidade pode ser uma aliada para a saúde e qualidade de vida da população”.

 

Conheça a palestrante

Daiane Simão é pesquisadora no Instituto para Pesquisa do Câncer (IPEC) Guarapuava (PR). Tem pós-doutorado em Bioética pela PUCPR e doutorado em genética pelo Programa de Pós-Graduação em Genética da UFPR, com período sanduíche no Department of Neurobiology, Care Sciences and Society do Instituto Karolinska em Estocolmo, Suécia. Mestre em Biologia Evolutiva (2010) e graduada em Ciências Biológicas pela Universidade Estadual do Centro Oeste (2005). Atuou como docente adjunto II do Programa de Pós-Graduação em Bioética e da graduação em Biotecnologia da PUCPR (2015-2020). Liderou o grupo de Pesquisa Bioética e Biotecnologia. Foi membro do Comitê de Ética em Pesquisa com Seres Humanos (CEP) da PUCPR. É membro do Departamento Científico da Sociedade Brasileira de Bioética Regional do Paraná (SBB-REG,PR). Tem experiência na área de genética de populações, estudo de doenças neurodegenerativas, bioética e biotecnologia e parentalidade.

Redação: Rita Wicth – MTB  14101